2006-10-26

Quando eu era pequeno

Quando eu era pequeno eu tinha esperança. Sabia tudo sobre o projeto Apolo. Vibrava quando um foguete era lançado. As conquistas científicas, as sondas espaciais.

Quando eu era pequeno imaginava o século 21: um mundo tecnológico onde as mazelas humanas teriam sido solucionadas, recebendo mensagens de novos mundos, fantásticas descobertas. Um mundo onde a religião não mais ditasse as normas, não mais trucidasse vidas humanas. Medievais cruzadas extintas para sempre: um mundo olhando para o futuro.

Cada pequena descoberta era para mim gigantesca. Cada som, nova música. Transístores, miniaturização, rádios. Devorava ficção científica. Estudava Física. O sol brilhava e tudo apontava para um futuro promissor. O Brasil era a terra do futuro.

O que eu não percebia era que a burrice aumentava. Como iria perceber? Estava tão entusiasmado com o meu sucesso que não percebia que eu não podia ser tão melhor do que os demais. Deveria ter desconfiado quando me chamavam gênio. Gênio eu? Por quê?

Einstein foi um gênio. Richard Feynman. Niels Bohr. Rutherford. Ravel. Martha Argerich. Dinu Lipati. Há muitos mais. Picasso, Crick & Watson, Darwin.

Há alguns no Brasil, Villa Lobos. Santos Dumont. Sempre atacados. Sempre incompreendidos. Eu? Não. Só era gênio se comparado às hordas de analfabetos que sempre aumentam, aos sindicalistas, aos organizadores do MST... ao Lula. Especialistas em mentir, manipular ignorantes, roubar. Eu não. Sou normal. Sei que sou.

O que não é normal é regredir. Apontar para o buraco e dizer "vamos em frente". Nego o título de gênio a Hitler ou a Goebbels. Ser desonesto é sempre mais fácil. Realizar de verdade é a prova da genialidade. Os que manipulam e destroem serão sempre lembrados como o que são: assassinos.

Quando era pequeno imaginava que tínhamos superado as guerras. Que não haveria homens-bomba ou cretinos que atacam sob o pretexto de uma ridícula figura de Maomé em quadrinhos, ou milhões acreditando nas mentiras mais ridículas.

Tenho pena dos meus leitores. Sempre falei demais de quem sequer merece uma palavra. Espero que os meus dez fiéis leitores me perdoem. Sei que me lêem porque pensam como penso. Nunca devo ter convencido ninguém a mudar de idéia. Peço desculpas a quem me agüentou até aqui.

Eu tive sorte, muita sorte. Não sei porque. Não merecia mais do que nenhum outro no mundo, entretanto a sorte me sorriu até agora. O céu brilha azul, forte, mas eu não acredito mais em um futuro bom. Eu queria luz de verdade, dessas que brilham por dentro e por fora, e não esse brilho vítreo no olhar de dementes. Olhem para os olhos de Hitler. Vejam Lenin, Stalin. Fidel Castro. Bush. Lula. Dirceu. Um olhar demente, arrogante, cínico, desafiador dizendo: "Eu posso mentir quanto quiser, e você?".

Não preciso mentir nem enganar ninguém. E vou lhes dizer: fiz uma malandragem. Surrupiei deste blog o vídeo de um gênio tocando violão. Ouçam, deixem carregar tudo antes de ouvir e ouçam. Vejam porque vale a pena ir em frente. Este é Paulinho Nogueira, que nunca morreu. Outros em vida já enterrados estão.


7 comentários:

Julia disse...

Não tenha pena dos leitores, você fez CERTO de falar do personagem que não merece...JAMAIS SE DEVE CALAR, sobre um assunto grave que envolve NOSSO Pais.INFELIZMENTE a maior parte dos BRASILEIROS NUNCA leva nada a SERIO, por terem NASCIDO COM A IRRESPONSABILIDADE. Os esfomeados tem CERTEZA que podem "mendigar" dinheiro do tal bolsa familia e comida/teto pra morar na casa dos parentes ou sei la onde "mendigam", mas o fato é que estão acostumados, a viver, sem A PREVISÃO DO AMANHÃ E NA FALTA DE PREVISÃO ATE PRA TRANSMITIR AOS FILHOS QUALQUER OBJETIVO,"eles" tornam-se facilmente CUMPLICES de "do tal homi e toda corja" PRA AFUNDAR mais AINDA o Pais.

Compreendo sua tristeza de tentar fazer algo atravez do seu blog,mas brasileiro é DIFICIL...

Gostei muito de ter ouvido a musica tocada somente no violão.Fez muito bem pra descontrair, sobre tudo que estou cansada de tanto fazer pacotes pra levar pra o outro appart.

Quando vi este post, fiquei imaginando a historia de quando você era pequeno hehehehehehe sobre tudo quando você fala sobre o projeto apolo e vibrava com lançamento de foguete etc...pois bem, AQUI você tem uma leitora, que adora seu blog e que foguete e sondas espaciais, fazem parte da minha vida hehehehehehehehehe imagine o que é assistir um espetaculo de lançamentos, a maravilha, envolvendo emoções, muitas emoções,dos lançamentos de fogueeteesss heheheheheheheh se um dia, você quizer ver photo de algum lançamento de foguete europeu,ja sabe que pode contar comigo, claro so depois que terminar de mudar de appart.+/-a partir de Dezembro hehehehehehehe Abrs

Primavera Negra disse...

Olá, Zappi!
Muito obrigado por sua visita!
Eu gosto imensamente de seu blog, meu caro; é uma honra você ter apreciado algo lá no meu ( ainda que minha parte nisso tenha sido apenas a de escolher...).
Só faço uma correção: você não surrupiou nada! O vídeo está lá, está aqui e está no YouTube pra quem quiser ver!
( um dia desses eu quse 'surrupiei' aquele seu post sobre a aposentadoria do Larápio, mas confesso que fiquei com medo de represálias...sei lá qual é a dessa gente).
Parabéns pelo blog!

Julia disse...

Zappi,afin de EVITAR mau entendido retifico meu comentario quando disse:NÃO TENHA PENA DOS LEITORES.../- INFELIZMENTE a maior parte dos BRASILEIROS NUNCA leva nada a SERIO, por terem NASCIDO COM A IRRESPONSABILIDADE...neste não me referi a seus leitores e sim ao virus lulista petralha/

SO FATO DE FIDELIDADE dos leitores do SEU BLOG,CONFIRMA QUE seus fieis PENSAM NA MESMA DIRETIVA do assuntos escritos ou selecionados por você.

Agora estou tranquila que não havera mal entendidos e posso voltar aos pacotes hehehehehe abrs

Zappi disse...

Obrigado pelos comentários. Não se preocupe, Julia. Em média os brasileiros não levam nada a sério e em média "brasileiro é difícil". Não fosse assim, jamais teríamos o PT goveroubando. Acho ainda que o típico brasileiro que vota no Lula está dividido em três, como escrevi aqui. Não há nenhum milagre: é até relativamente simples. Tolerando o crime foi se chegando a este ponto. Jornalistas sem senso crítico deram a sua empurradinha. Artistas como o Chico Buarque fazem a defesa de toda malandragem: o grande hino à malandragem que é a Ópera do Malandro só serve para fixar a idéia de que somos assim. Até que o Brasil poderia estar pior. Ops, isso quer dizer que tem jeito de ficar pior...

Julia disse...

Zappi,dei muitas gargalhadas ao ler o perfil dos três votos de Lula.

As gargalhadas sairam tragicamente stantaneas a cada vez que ia lendo e passando as linhas seguintes, sobre os "tres votos", pode ter certeza:TODOS OS TRES PERFIS DE VOTO dado ao Lula é TRAGICAMENTE EXATISSIIIMOOO!!!

- O Motorista é caracterisco do Pais e o seu inconforto é identico, AO MEU INCORFORTO, a tal ponto que nem posso dizer muito, senão você pode pensar que é "pomada"(usado pelos Françaises pra dizer bajulador/ puxa saco).

- O COVARDE RESENTIDO passando "pomada" do politico em prol "de emprego melhor" depois segue a nota com "o conselho" do sindicato etc...O BRASIL ESTA CONTAMINADO DESTES COVARDES...

- O ESPIRITO DE PORCO.AHA AHA AHA! os espiritos de porcos, ESTES tambem "GOSTAM" de ibope pra continuar ENCHENDO O PAIS DE LAMA...O perfil do espirito é o mais traiçoeiro de todos e todos são os perfis que infelizmente predominam a massa Brasileira,sabendo que tem "certa camada da classe media" que NÃO REAGE A NADA PORQUE FAZEM o"GENERO" de estarem "DISTANTES" a tudo que se passa no Pais porque vivem nas rotinas PUERIS pra se medirem as "castas" superiores ao medio,que nem "enxergam" OS TRES PERFIS DO VOTO E NEM admitem O PERFIL da classe
medio deles...

Zappi,você expressou tão bem as três caracteristicas do brasileiro que afunda o Pais, que lhe pergunto:você ja pensou passar pra velocidade superior do blog e fazer curta metragem, documentario ou como você disse, gostar de mini serie pra passar na televisão...??? Cada vez que leio seus posts, me sai sempre esta ideia de saber aqui no seu blog, que você resolveu fazer videos.Vou aguardar pode ser que os Arborigenos se "connect" pra lhe dar vontade de ir a mais do Blog.Abrs

P.S:Australia me ENCANTA gosto de tudo que é relacionado aos Arborigenos sobre tudo a Espiritualidade.

Bira disse...

Creio que voce foi egoista na sua jornada de vida (leia com sarcasmo).
Voce poderia fundar uma ONG, declamar Lenin e receber gordas verbas federais.(leia com inconformismo)

Fabio Ricardo Cordeiro disse...

Maravilhoso vídeo. Deu até vontade agarrar o violao. Quem sabe nesta sexta?

Um abraço.