2006-12-12

O verdadeiro deleite

O verdadeiro deleite está no descobrir, mais que no saber.
Isaac Asimov


Esse é o ponto básico de qualquer crítica às religiões. Nós sabemos muito pouco. Postular, inventar ou adotar um deus para resolver as dificuldades é uma postura de uma covardia e arrogância intelectuais infinitas. Não respeito intelectualmente ninguém que use esse subterfúgio.

Muita gente chama de 'deus' o cosmos, a natureza. O próprio Dawkins chama esse 'deus' (que óbviamente não é o dos livros religiosos) o 'deus de Einstein'. Se você usa a palavra 'deus' de maneira intercambiável com 'cosmos' ou 'natureza' ou ainda 'universo', tenho uma novidade para contar: você não é religioso.

4 comentários:

Marcelo Salas disse...

Sou ateu, tenho mestrado em física e matemática, trabalhei bastante em pesquisa científica e gosto de estudar filosofia e história.

Acho que você restringe muito os conceitos ou mistura coisas diferentes, como religião, religiosidade, fé, deus, etc. Digo isso em relação ao mundo, as pessoas e as sociedades são muito mais complexas do que essa classificação exposta por você. Se faz bem para você, bom proveito, mas é difícil explicar a sociedade com conceitos tão estreitos.

A propósito, A, Einstein considerava-se religioso, e eu não poderia classificá-lo de hipócrita ou mentiroso. Por outro lado, Richard Dawkins tem levantado interessantes temas para discussão desde ângulos diferentes, mas hoje é considerado, no mínimo, polemico.

Abraço

Julia disse...

Zappi,

Na minha "ignorancia pessoal relacionado a palavra DEUS" penso que milhões de pessoas usam esta palavra Deus,quando estas encontram a harmonia em si mesmo ou quando compreendem que de nada vale viver cultivando o sentimento de vingança, por qualquer motivo de alguma infelicidade, causada por falta de SINTONIA, relacionado aos eventos constantes da rotina do dia a dia de cada um de nos...

Particularmente sempre fui voltada ao cosmos, a natureza, ao universo...etc...e a coincidencia desta preferencia, me faz viver tudo isso, atravez do trabalho do meu marido em um centro spacial...

Pode crer é a ciencia pura que é colocada em questão diarimente pra que seja realizado mais proezas...

Com certeza, são as "miserias" sentimentais,psicologicas,comportamentais,filosoficas e intelectuais que leva milhares de pessoas a crenças diversas, denominando com a palavra DEUS, qualquer situação de encontro consigo mesmo que permete o raciocinio dos atos contidianos bons ou ruins..

Cristo FOI o homem politico MAIS sensato de todos os tempos!Claro toda forma diferente de ver e apreender situações inovadoras naquelas longiquas epocas, ficava imediatamente mal considerada, por causar transtornos em habitos arcaicos, sem que houvesse abertura qualquer pra inovação nem em pensamento...

DAI PENSO que OS "DIRIGENTES" "transformavam" tudo e resumiram O CONTRA A TODAS inovações com a SIMPLES palavra religião e a frase TEMER A DEUS...QUE PODE SE RESUMIR, TEMER O DIRIGENTE DO PAIS OU REINADO!

"OS DIRIGENTES" tinham "grande interese" de manter A IGNORANCIA que não deixa O CIDADÃO REFLETIR EM NADA" pra melhor "felicidade" FINANCEIRA de todos DITADORES!!!

Cristo teve coragem e saiu da regra da "ditadura" daquela epoca e como todos sabem, ele foi crucificado pelos "humanos contrarios as ideias politicas" que ele tinha relacionadon a justiça social e economica e a movimentação contraria dos humanos as reinvindicações do Cristo, foi orquestrado e movido pelos dirigentes da epoca que fizeram uso da ignorancia do povo...

Hoje todos fazem culto a pessoa dele quase que maquinalmente porque ninguem, presta muita atenção as palavras dele, mais voltada, a uma grande filosofia de viver, pra encarar qualquer situação, seja ela qual for,o importante é sempre agir, com responsabilidade,coragem,humildade,compaixão,respeito,solidariedade,honra.

Tudo isso é possivel no "refletir consigo mesmo", afin que no silencio ANTES DE DORMIR ou CEDO DA MANHÃ seja encontrada a ideia de como solucionar qualquer assunto.E isso que chamam pela palavra DEUS que em realidade somos nos mesmo o homem.

Espero que você tenha me compreendido mesmo nas minhas mal traçadas linhas...Abrs

Zappi disse...

Muito bem Julia. É exatamente verdade. O que acontece é que os religiosos ouvem alguém usar a palavra 'deus' dessa maneira e diz 'você também é religioso' quando é mentira.

A história de Jesus deveria ser encarada como uma fábula. Eu a vejo como a história de um homem bom que pregava a paz e foi torturado e morto pela própria sociedade a que tentou ajudar. Isso é uma coisa. Considerá-lo deus é simplesmente ridículo. Vale a pena ver "a paixão" de Mel Gibson, com espírito crítico. É excelente.

Julia disse...

Zappi,

Muito bom ler sua resposta.Com toda certeza o film " a paixão de Mel Gibson deve ser execelente.Admiro a coragem dele de ter colocado em cena este tão polemico assunto.Não tive tempo pra ver o film em grande sala de cinema,mas,não faltarei de comprar o dvd.Esteja certo, qualquer film, sempre vejo pelo lado critico da situação.

Muitos assuntos sobre Cristo compreendi em um exato momento em que me pediram pra fazer a tradução do Francês pra o português de varios textos de exorcismo e na epoca não utilizei o tradutor do computador.A tradução, fiz linha por linha, consultando varios diocionarios, pra encontrar o termo mais apropiado, aos sentidos das frases da epoca, ja transformada na lingua francêsa.

Foi ai, nesta ocasião de tradução que me deleitei de descobrir a realidade da vida de Cristo...E concordo com você que ele era um homem bom que pregava a paz a justiça...Mas não classifico a bondade dele com a palavra DEUS.

Confirmo não sou religiosa, mas gosto da cultura dos ABORIGENOS dai da Autralia porque eles cultivam a harmonia com a NATUREZA hehehehe hehehehehehehehehehehehehehehe