2007-01-25

Como consertar o Brasil - 2

Em um post anterior (clique aqui para ler), eu dei uma lista de ações perfeitamente racionais e completamente factíveis para começar a consertar o Brasil. Prestem especial atenção ao ítem da "malandragem".

Os comentários expressos em meu post foram muito mais importantes do que o que eu disse. Fica claro que todo mundo acha impossível qualquer mudança, mesmo óbvia ou natural e... ninguém faz nada. Disseram-me até que, se eu quisesse mudar o Brasil, deveria me mudar para aí. Para que? Acho que enxergo melhor e com mais nitidez estando fora. Nunca tive tantos leitores como agora. Nunca expressei minhas opiniões em nenhum forum público antes.

Eu quero que vocês ouçam isto (clique aqui para ouvir). Por que é que esta mulher tem que modificar o que é um erro óbvio e antigo? Por que a mãe da Daniela Perez, após perder a filha, teve que dedicar a sua vida à mudança das leis idiotas do Brasil? Está certo? Não. Está errado. Ouçam e reflitam. As leis tem que ser mudadas antes que algo aconteça. Antes que o seu filho seja morto. Antes que a sua família seja destruída.

5 comentários:

Julia disse...

Zappi,

No bananal todos falam mas AGIR NÃO ESTA INSCRITO NA ADN BOTOCUDA!!!!

TUDO ESTA COMPRADO!!!!!!!!!!!

Gian disse...

Tanto seu post anterior quanto o da senhora têm um erro fundamental, que é querer a mudança da lei para que se mude o comportamento dos homens.
A lei não dita o que apessoa vai fazer, pois o que impede a ação dos bandidos (excetuando-se aqui os psicopatas que não a temem por definição) é a certeza de ser pego e não a dureza da pena.
Não há nada explicitamente errado com a natureza das leis brasileiras, embora se possa aqui ou ali fazer resalvas a ela, mas sim no fato de que elas não são aplicadas.
portanto a luta não deve ser pela mudança das leis, mas pela aplicação imediata delas.
Ademais, mantenho a colocação do comentário anterior, de que se possuissem bom senso, não seriam idiotas latino-americanos.

Bira disse...

O brasileiro toma banho de esgoto nas praias, além de concorrer para um fuzilamento no local caso exiba sua camera digital.
Jeito, acho que passamos do ponto de retorno...

Bira disse...

faltou o "onde assino" Zappi.

Anônimo disse...

O Brasil é um país de idiotas, nada correto funciona por aqui. Não há justiça. Quando vejo estes crimes, penso na pena de morte, mas se um dia houver esta pena, o sistema idiota vai condenar inúmeros inocentes. Acho que os juristas sabem disso, um deles num debate na TV, sendo contra a pena capital, foi questionado sobre o que faria se sua família fosse atacada, ele respondeu que "tomaria providências". Entendo que estas providências seria "justiça com as próprias mãos".