2007-04-16

Quantos brasileiros vale um americano?

Como é bom falar mal de americanos, não é mesmo? Os jornais brasileiros só falam do massacre da universidade na Virginia: até agora contaram 33 mortos. Que absurdo!

O absurdo é que os repórteres petistas não se preocupam com brasileiros mortos. Só desde a semana passada tivemos no Brasil uns 30 massacres da dimensão do que aconteceu nos Estados Unidos. Quem se importa? Ninguém.

Durante anos os jornais brasileiros dão destaque aos mortos na Palestina, aos homens bomba em Israel, aos atentados no Iraque. Todas essas mortes são nada se comparadas à carnificina que ocorre "normalmente" no Brasil. Só para ter uma idéia, morreram mil soldados americanos no Iraque. Só mil!

Os jornais americanos começam a entender o grande genocídio brasileiro, que superará Auschwitz em muito pouco tempo. Um artigo no Washington Post mostra que os assassinatos nas favelas do Rio já são macabra rotina (obrigado ao Tambosi pelo link).

Quanto vale um brasileiro? Segundo os repórteres do Brasil, pelo destaque que dão aos assassinatos e crimes no Brasil, pouco ou nada. Segundo o governo Lula, pouco ou nada. Então tá.

9 comentários:

Bira disse...

No mundo marxista tupiniquim, crianças são arrastadas e o governo fala em exagero da midia...

Zappi disse...

É, Bira. E culpam a classe média. O governo brasileiro, só por essa afirmação, deveria ser considerado criminoso. Daqui a pouco, Auschwitz vai ser considerada um genocídio de segunda, quando comparada ao campo de concentração tropical corrupto de Lula.

IELPO disse...

Como sempre, aqui no sub-país, a culpa é nossa, ou seja dos cidadãos normais (antigamente também conhecidos como vítimas). Prefiro não usar mais a palavra vítima, pois a mídia a serviço do pífio poder já tratou de inverter seu signficado. Hoje a vítima é o bandido, e o bandido é... é... é... sou eu? você?
Quanto vale um brasileiro? Depende, se for "cumpanheiro"...

Otacílio disse...

Um louco invadiu uma universidade americana e matou 33 pessoas. O presidente americano apareceu na TV lamentando o ocorrido. Aqui em Anarklândia um louco ou vários loucos derrubaram um avião da Gol matando 154 pessoas. O fato gerou uma baderna total e completa no sistema de tráfego aéreo que ja dura seis meses. Lá nos Coitados Unidos o louco não vai ser punido porque se matou. Aqui em Anarklândia os loucos que derrubaram o avião da Gol fazem greve, se amotinam, esculhambam com o sistema de transporte aéreo e... nada acoantece, só blá blá blá. E a mídia fazendo média com o "governo" e merda com o distinto público.

Saramar disse...

Zappi, fico imaginando se tal fato acontecesse no Brasil, os defensores do direitos humanos já teriam encontrado uns 30 motivos para a matança, todos ligados à desigualdade social.
E, se por um acaso o presidente se manifestasse, seria para falar da herança de séculos, blá, blá, blá....

Zappi disse...

O Bush também não ajudou muito, falou de rezar bastante, mas proibir a venda de metralhadoras... isso seria muito impopular. O Lula diz que colocar na cadeia é injusto. Cada um com o seu eleitorado.

Orlando Tambosi disse...

Reparaste como o reloginho da matança endoidou desde o final de semana? É assustador. Tem gente que não acredita, mesmo dizendo que se trata de dados do IBGE....
Abraço

Zappi disse...

Oi Tambosi,

Veja isto:
Óbitos por Causas Externas - Brasil
Óbitos p/Residênc segundo Ano do Óbito
Grande Grupo CID10: X85-Y09 Agressões, Y35-Y36 Intervenções legais e operações de guerra, Y85-Y89 Seqüelas de causas externas
Período: 1979-2004
Ano do Óbito Óbitos p/Residênc
Fonte: MS/SVS/DASIS - Sistema de Informações sobre Mortalidade - SIM

1996 39.039
1997 40.666
1998 42.111
1999 43.166
2000 45.676
2001 48.315
2002 50.104
2003 51.813
2004 49.173

Estas são as mortes violentas resultantes de agressões sem considerar os casos incertos. Considerando os casos onde a intenção é indeterminada:

Óbitos p/Residênc segundo Ano do Óbito
Grande Grupo CID10: X85-Y09 Agressões, Y10-Y34 Eventos cuja intenção é indeterminada, Y35-Y36 Intervenções legais e operações de guerra, Y85-Y89 Seqüelas de causas externas
Período: 1979-2004
Ano do Óbito Óbitos p/Residênc
Fonte: MS/SVS/DASIS - Sistema de Informações sobre Mortalidade - SIM

1996 48.859
1997 49.825
1998 55.229
1999 53.935
2000 57.610
2001 59.835
2002 62.661
2003 62.914
2004 60.770

Para conseguir mais estatísticas veja aqui:
http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sim/cnv/extuf.def

Os dados são baseados nestas estatísticas. Note que o governo só divulgou até 2004, ainda esperamos 2005 e 2006!

Note que se há 50 mil assassinatos por ano (por baixo) são 1000 assassinatos por semana. Essa é a taxa na qual o reloginho da matança atualiza.


Veja

Orlando Tambosi disse...

Obrigadíssimo, Zappi.
É um pavor. Ainda me mando daqui também...