2007-07-19

Ignorância e crime

Da BBC:

"And according to media reports, the poor English of controllers attempting to communicate with the executive jet's American pilots may have been a factor in the 2006 crash. "


Aqui morreram mais de 150 porque alguém era demasiado ignorante: não sabia falar inglês. Eu já tinha avisado aqui mas a BBC só disse agora. A mídia estrangeira está progredindo no entendimento do caso brasileiro.

No mesmo artigo (aqui) a BBC diz que o "passado de sindicalista" do Lula pode ter contribuído para o tratamento frouxo da greve dos "cumpanhêro controladô".

Este artigo da BBC também lembra que tentava-se proibir o pouso de Boeings em Congonhas. Os Airbus estavam liberados, como eu comento aqui. A BBC lembrou, mas todo mundo esqueceu este detalhezinho.

Parece que a mídia internacional está finalmente ficando de saco cheio do Lula, aquele pobre sindicalista que resolveria as mazelas do Brasil. Já era tempo.

Falta agora que percebam que ignorância em cargos de responsabilidade é crime. Vidas são perdidas. Ninguém quer ser operado por um médico ignorante. Ninguém quer um engenheiro ignorante projetando pontes. Ninguém deve aceitar um ignorante no comando do Brasil. Aqueles que comandam baseados na própria ignorância tem as mãos sujas, não de óleo, mas de sangue.

2 comentários:

Saramar disse...

Zappi, infelizmente, foram necessárias quase 500 mortes para que o mundo abrisse os olhos para quem nos governa.

beijo

ielpo disse...

Bravo, Zappi!

A benevolência da mídia estrangeira com o molusco sempre foi uma grande decepção para mim (a mídia brasileira, com honrosas exceções, "a gente sabemos como funciona, cumpanhero")... Pena que só após estas matanças eles estejam, lentamente, acordando pra realidade...

Abraço