2007-09-29

Os jornalistas lulistas

Este post deveria se chamar "Os medonhos"... Diogo Mainardi os expõe em sua coluna de hoje na Veja. "Os medonhos" estavam infiltrados secretamente na imprensa. Ainda estão, mas menos secretamente. Alguns medonhos recebem agora grana diretamente das mãos do maloqueiro-mór. Melhor assim, assim sabemos o que defendem e qual a verdadeira motivação deles. Lucro pessoal, como qualquer puxa-saco de segunda. A "Lista de Mainardi":
  • Tereza Cruvinel. É lulista do PC do B. Repete todos os dias que o mensalão ainda não foi provado. E que, de fato, José Dirceu não deveria ter sido cassado. Cruvinel aparelhou o jornal da mesma maneira que os lulistas aparelharam os órgãos públicos. Quando ela tira férias, seu cunhado, Ilimar Franco, assume sua coluna.

  • Kennedy Alencar foi assessor de imprensa do PT. Ele continua sendo assessor de imprensa do PT, só que agora de maneira não declarada, em suas matérias para a Folha de S.Paulo. Ele é o taquígrafo oficial de André Singer, secretário de Imprensa de Lula. Singer dita e Kennedy Alencar publica.

  • Franklin Martins é José Dirceu até a morte

  • Eliane Cantanhêde é da turma de Aloizio Mercadante

  • Luiz Garcia é lulista, sem dúvida nenhuma, mas não consigo identificar sua corrente

  • Vinicius Mota é do grupo de Marta Suplicy

  • Alberto Dines é seguidor de Dirceu, e só se cerca de seguidores de Dirceu

  • Alon Feuerwerker, do Correio Braziliense, é do partidão, e apóia quem o partidão mandar

  • Paulo Markun, da TV Cultura, tem simpatia por qualquer um que seja minimamente de esquerda

  • Paulo Henrique Amorim é lulista de linha bolivariana

  • Ricardo Noblat era lulista ligado a Dirceu, mas pulou fora no momento oportuno

  • Leonardo Attuch, da IstoÉ Dinheiro, é subordinado a Daniel Dantas. Quando Dantas está satisfeito com o governo, Attuch é governista. Quando Dantas está insatisfeito com o governo, Attuch vira oposicionista

  • Mino Carta, por outro lado, é subordinado a Carlos Jereissati. Tem a missão de atacar Dantas. E de defender a ala lulista representada por Luiz Gushiken


Leia a coluna de Diogo clicando aqui.

3 comentários:

Otacílio Guimarães disse...

Zappi, não são jornalistas estes canalhas da lista do Mainardi, são apenas alcoviteiros. Jornalista que se preza não vive alcovitando ou puxando o saco de um governo apodrecido como este. Jornalista de verdade mete o malho nos canalhas, como faz o Diogo Mainardi. Esses canalhas só sobrevivem porque afinal o Brasil é um país de canalhas.

Geraldo Guarulhos, SP disse...

Estou achando essa lista muito pequena. É clarissimo que tem muito mais jornalista cheirando o traseiro de quem quer esteja no governo, principalmente do atual, que deve recompensa-los de forma direta ou indireta.

Otacílio Guimarães disse...

Tem razão, Geraldo. Faltam muitos na lista, inclusive a Mirian Leitão, que escreveu esta semana um artigo sobre a economia brasileira que com certeza foi sob encomenda. Minha curiosidade é saber quanto ela recebeu do governo pelo artigo.