2007-09-25

Rap - Favela Mental

Parece que um expoente máximo da Favela Mental foi entrevistado na Roda Viva na TV Cultura, um tal de "Mano Brown". O que fizeram os entrevistadores? Babaram de emoção com a nobreza sábia do asno. É a elevação da grotesca ignorância ao nível de santidade ideológica. Vejam como é nojenta a politização do analfabetismo neste artigo de Reinaldo Azevedo (aqui)

Hoje a Favela mental é mais poderosa e explícita do que nos exemplos que dei nos posts anteriores. Os entrevistadores já tem até medo de contrariar os rappers, como temeriam contrariar Gilberto Gil, Chico Buarque, Caetano Veloso... todos estes contribuem para a solidez da Favela Mental brasileira.

Viram por que é difícil demolir as favelas? Primeiro é preciso demolir a Favela Mental.

3 comentários:

Otacílio Guimarães disse...

Zappi, parece que um bando de picaretas invadiu seu blog para fazer propaganda de graça da merda das suas pinturas. Nada de Mano Browun foi comentado. Oi foi isto de propósito porque você meteu o malho numa coisa que o brasileiro acha que é cérebro mas que é cú? Brasileiro pensa com as nádegas!
Vai um comentário sobre a tal entrevista do tal Mano Brown, que eu prefiro chamar de Mano Bosta.
Zappi,

Eu comecei a ler a cantilena do Reinaldo Azevedo sobre Mano Brown mas não aguentei ir até o fim.
Sinceramente, eu acho que esse Reinaldo Azevedo não é um cara sério. Se fosse, usaria apenas uma frase para descrever Mano Brown: um vagabundo imprestável que não merece nenhuma atenção.

Yuri disse...

Olá Zappi,

Em primeiro lugar: Clarice, vá se f...., se você quer falar sobre pintura, crie seu próprio blog sobre o assunto. Não venha poluir este.

Em segundo lugar (mas não menos importante): não assisti a entrevista com o "Mano Brown" mas, com certeza, não perdi nada. Fico desapontado com a TV Cultura e com a produção do programa Roda Viva. Não por ter convidado o tal "rapper" mas por ter feito o papelão de se juntar à Globo neste processo de "endeusamento" do miserável. Ser pobre, inculto e violento está se tornando o modelo social a ser seguido no Brasil. Talvez seja espelho de nosso presidente, mas acredito que seja o contrário; um líder é o espelho de seus liderados. Em outras palavras, cada povo tem o líder que merece!!! Estou ficando cansado de nadar contra a corrente, ou vou virar bandido (pode ser com arma ou caneta na mão, tanto faz!) ou vou fazer como você, Zappi, pegar minhas coisas e ir-me embora.... Brasil? Nunca mais!!

Bira disse...

Clareza, certo?
Melhor ver o trailer do tropa de elite...
http://www.youtube.com/watch?v=_V_nZNWPYQk