2008-01-31

Rio ou Sampa?

Onde você preferiria morar, no Rio, Belô ou Sampa? Talvez Porto Alegre ou Salvador? A julgar pelos índices de assassinato a resposta é simples. A melhor maneira de calcular é utilizando o índice de assassinatos por cada 100 mil habitantes por ano. Vejam os resultados neste gráfico (clique para ampliar):




Estes dados foram extraídos do Mapa da Violência nos Municípios publicado pelo Ministério da Saúde. Aqui dá para ver claramente que Salvador era a capital mais pacífica desta lista em 2002, enquanto o município do Rio de Janeiro era o mais violento. Hoje a situação mudou: o município mais violento da lista é Belo Horizonte, enquanto São Paulo é o mais seguro, com a metade da taxa de assassinatos. A situação em Salvador piorou muito, os assassinatos duplicaram desde 2002.

Ainda há muito o que fazer. Apesar de ter diminuído, o índice de 20 homicídios por cada 100 mil habitantes em São Paulo é muito alto. Em Melbourne, na Austrália, esse índice é de apenas 1,3!

Mesmo assim, é possível felicitar São Paulo. Os presídios construídos por Covas e Alckmin parecem estar dando bons resultados. O Rio também parece ter melhorado... mas o que será que aconteceu em Salvador e Belo Horizonte? Estarão prendendo os assassinos ou deixando-os soltos? Viva São Paulo!!!

Um comentário:

ielpo (em trânsito...) disse...

Salve, Zappi!

Como paulistano radicado aqui nas Gerais fiquei muito surpreso com os dados deste gráfico. apesar de não morar em BH (fugi pro interior tem uns bons anos...), estou sempre lá e me surpreende a sensação de segurança que tenho ao andar pela cidade (pelo menos nas áreas por mim frequentadas).

Pode ser apenas ilusão, pois morei um bom tempo em Campinas (na época do misterioso assassinato do prefeito Toninho do PT, até agora sem uma explicação convincente), e a sensação de insegurança era insuportável...

Mas, deixando o "sensitivo" de lado e tratando de usar um pouco a massa encefálica, não nos esqueçamos que MG está há um bom tempo sob o governo do grande marketeiro Aécio Neves, que pouco tempo passa no palácio da Liberdade (...Búzios é muito mais aprazível...). E o prefeito de BH, mesmo sendo uma versão "light", é dos quadros de qual partido mesmo??? PT na cabeça!

Abraços