2011-07-20

Paul Krugman, um idiota disfarçado de premio Nobel

Não paro de ficar impressionado com as coisas que tenho que fazer em pleno século 21.

Eu, Paulo Zappi, sou obrigado a colocar Paul Krugman, premio Nobel de economia que escreve para o New York Times, no seu devido lugar. Na lata de lixo. Obrigado Fritz por twitar esse último post que de outra maneira eu jamais leria.

É impressionante o que esse homem consegue escrever de besteiras. Na verdade o chamo de idiota para não chamar de canalha, pois é muito melhor ser idiota do que ser mal-intencionado. Eu não pretendo saber a qual das duas categorias ele realmente pertence, mas digamos por enquanto que é na categoria mais "inocente".

Pois bem, Krugman disse que o mercado de ouro é pequeno e que é fácil fazer o preço do ouro subir simplesmente espalhando pânico. Insinuou de modo algo tortuoso (você decide: idiota ou canalha) que a Fox News através de Glenn Beck estaria espalhando um boato de que haverá hiperinflação nos Estados Unidos e isto indiretamente estaria beneficiando Glenn que teria interesse em que o ouro subisse.

Muito interessante esta teoria. Segundo o governo americano, a inflação (em dólares) é baixíssima, mas o cálculo que eles usam é altamente suspeito. Então decidi tirar uma prova simples. Peguei o preço de todas as commodities nos últimos 15 anos. Para quem não é economista (como Krugman hahaha) informo que este índice inclui comida, bebida, metais, plásticos, combustível, energia, enfim, todos os produtos que influem diretamente no custo de vida. Uma subida nas commodities é forçosamente um sinal de inflação. Aliás, o preço das commodities pode ser usado como um índice muito confiável de inflação, muito mais confiável que qualquer índice que o governo venha a inventar.

Lembro que inflação é controlada pelo governo. Quando eles põem para funcionar a maquininha de fazer dinheiro, os preços sobem. Simples, né?

Pois bem, converti as commodities para ouro em Jan 1992, uma época em que tanto o preço das commodities como o preço do ouro estavam estáveis (coincidência? acho que não!). O resultado é claramente visível neste gráfico:


Ou seja, enquanto o grande economista Paul Krugman está acusando a Fox News de "fazer subir" o preço do ouro, o ouro sobe seguindo exatamente o preço das commodities. O tal de Glenn Beck deve ser mesmo muito eficiente para conseguir tamanha proeza de precisa manipulação econômica. Se tivesse sido ele mesmo que fez isso, merecia um prêmio (Nobel? Hahaha)

Moral da história?

São várias:

1. Nem tudo o que passa na Fox News é bullshit.
Convém usar a própria cabeça para decidir o que presta e o que vai pro lixo.

2. Premio Nobel não é garantia de cérebro.
Temos varios exemplos. um dos meus favoritos é Obama, que ganhou um sem jamais ter feito nada. Outro é Al-Gore, que encheu um power point com mentiras e saiu pelo mundo em seu jatinho particular. Outro interessante é Arafat, que ganhou o premio da paz por ter sequestrado aviões.

3. Confiar no governo nunca é uma boa idéia, especialmente quando juram que não imprimem, imprimiram ou imprimirão dinheiro.
Esta é básica: todo brasileiro sabe quantas vezes o governo mentiu nesta aqui. Os americanos estão começando a tomar gosto pela coisa.

4. Quando um jornal puxa saco de um governo, o melhor é comprar outro jornal.
Jornal que elogia governo me lembra o Pravda. Não é à toa que os russos pulavam o editorial e iam direto para as reportagens sobre chupa-cabra.

Obrigado outra vez, Fritz! Deu um bom post!


3 comentários:

pait disse...

Zappi, você está equivocado em diversos pontos. Inflação é uma média - se é baixa, com preços de commodities crescendo, tem algo que não está subindo. No caso, os manufaturados, cada vez mais baratos, e os salários.

Economia é uma ciência complexa, como todas as outras. Difícil dar palpite sem estudar bastante. Não é uma fábula de La Fontaine. As coisas são como são, não como queríamos que fossem.

Zappi disse...

Oi Fritz,

As commodities são "TUDO". Se as commodities sobem é porque o dólar está caindo. Se o dolar cai é porque existe inflação. Se há inflação hoje é porque o governo aumentou a oferta de dinheiro ontem. Aqui não há controvérsia.

O fato de os manufaturados diminuirem de preço reflete aumentos de eficiência na produção. Também reflete reduções na qualidade de certos produtos, forçados por um mercado com menos dinheiro para gastos do dia-a-dia. Ontem mesmo comprei um micro-ondas por 50 USD. A potência é menorzinha, o cabo e mais curto, a porta é mais simples, o display é menor...

Mas os preços de commodities, trigo, milho, cobre, aço, gasolina, carvão, energia... isso não dá para esconder. Desde 2003 os preços vem inchando, ou seja o valor do dólar vem caindo.

E como em toda boa inflação, começa deveagarinho e logo fica fora de controle. Em média já é acima dos 16% ao ano, mas não acho que haja dúvidas que a inflação nos EUA está acelerando.

By the way, estudei dois anos de economia aqui na Austrália. E acho que Krugman não está somente errado, acho que ele é ou idiota, ou louco.

E como você mesmo diz, As coisas são como são, não como Paul Krugman queria que fossem.

Fendel disse...

e o ulllulllante vai receber mais 3 títulos honoris na Paraíba...