2008-01-20

Será que Jesus era gay?

Grande controvérsia está sendo gerada por uma peça de teatro chamada "Corpus Christi" que vai ser apresentada em Sydney. Nesta peça, Jesus é um homem gay que é seduzido por Judas. Além disso, Jesus celebra um casamento gay entre dois apóstolos. Os cristãos estão furiosos.

Não deveriam. Por que Jesus não pode ter sido gay? A não ser pelos boatos sobre Maria Madalena, Jesus não parece ter estado nunca com uma mulher. Além do mais andava com um grupo de doze outros solteiros que dividam o pão e o vinho e jantavam juntos. Parece-me até natural pensar que Jesus pode ter sido gay.

Ele nunca se manifestou contra o homossexualismo. Posso estar errado, mas entendo que ele pediu para que todos se amassem uns aos outros, independentemente do sexo... Os fortes protestos só expõe o violento preconceito que a igreja tem contra os gays.

A peça parece ser divertida. Em uma das cenas Maria, grávida, diz para José:

"Eu sou virgem, José."

ao que ele responde:

"Ninguém sabe disso melhor do que eu"

5 comentários:

Anônimo disse...

Tititi antigo esse.
Ele não sei, mas Deus com certeza.Tudo que tinha de ruim colocou nas mulheres,pros homens só o bem bom...
Homem não menstrua, não tem cólicas, não tem virgindade, não engravida , não morre de gravidez, nem de parto,tem menos tipos de câncer,e qualquer poste é banheiro...
Quero ver provarem o contrário :)

CErta estava minha avó, só queria filhos homens, quando nascia um era uma festa, qdo nascia menina era uma tristeza só.
Lia/FLN/Br

Catellius disse...

"Ele nunca se manifestou contra o homossexualismo."

Então devia ser homem, se existiu, he he. Quando vemos muita homofobia em pastores e padres, batata: é porque são veadinhos enrustidos. Ted Haggard, um dos três pastores mais influentes dos EUA segundo o NYT, consultor de G. W. Bush e o maior militante contra os direitos dos gays naquele país, confessou ter mantido constantes relações com garotos de programa depois que um deles o denunciou. "Sou um embusteiro", confessou em lágrimas. Colocou a culpa em Satã e pronto; a comunidade religiosa bovina o perdoou. Ele continua com sua militância anti-gay...

ielpo disse...

Como sempre, Catellius... é só colocar a culpa da merda que vc fez em "alguém", e pronto, tá perdoado...

"Lavou, tá novo", como se diz aqui nas Gerais.

E se puder colocar a culpa no Capeta Caisa-Ruim Belzebu, melhor ainda! Possivelmente não só ele seja absolvido pela comunidade como ganhe mais fiéis, afinal, foi "curado" pelo "paidofilhospiritusantamém"! Aleluia irmãos!

Parece que a humanidade é a única espécie que tende a regredir com o tempo, em vez de evoluir...

Abraço

Anônimo disse...

Provavelmente não era gay.

O melhor tratamento da personalidade de Jesus é o fornecido por Alan Watson em "Jesus: a Profile. Athens and London: The University of Georgia Press, 1998".

O autor sugere que Jesus era parecido com os atuais líderes de cultos e seitas religiosas. Fanático, manipulador, com tendência à grandeza e arroubos de arrogância.

O autor é um jurista sério, que tem interesse na história do direito romano e em direito comparado, mas também com interesse na história da religião cristã. Desconfio que seja ateu.

Parabéns pela excelente bibliografia a respeito do tema religião, com a indicação de vários livros de Dawkins. Por que não inclui alguns livros de Pinker, como "Tábula Rasa: a negação moderna da natureza humana" e "The Stuff of Thought: What Language Reveals About Human Nature". Pascal Boyer, com os seus livros sobre religião também seria uma boa sugestão, assim como os artigos de Paul Bloom Bloom "Is God an accident? Atlantic Monthly (Dec 2005)", "Bloom, P. & Weisberg, D. S. (18 May 2007). Childhood origins of adult resistance to science. Science, 316(5827), 996-997", e "Bloom, P. (2007). Religion is natural. Developmental Science, 10, 147-151"

Um abraço.

Flávio Ferreira.

Anônimo disse...

Nossa ......quanta bicha junta.....