2016-03-18

Agora é oficial.


Finalmente ficamos sabendo que o Lula e a Dilma são simplesmente vagabundos. Tudo isto 
ficou claro depois que gravações de suas conversas foram divulgadas onde esses criminosos conspiram para usar a máquina do estado em proveito próprio.

Finalmente ficamos sabendo que todo o PT e camarilha conspiram para acabar com o estado de direito. Finalmente descobrimos tudo.

Mas eu me pergunto, será que não era óbvio já em 2003, mais de 13 anos atrás, quando o PT tomou o poder, que o intuito desta gente era o roubo? Porque só agora, depois que a economia brasileira foi destruída, a OAB decidiu que era hora de acabar com o governo Dilma? 

Talvez seja possível resolver este mistério. Acontece que um juiz de Curitiba, o famoso juiz Sérgio Moro, com a cobertura da Polícia Federal, decidiu tratar os petralhas e seus cúmplices como se fossem criminosos comuns. O PT decidiu então que era hora de acabar com o Judiciário independente. É somente uma reação típica de criminosos que estão no poder e que é, convenhamos, algo claramente previsível.

Uma vez que o Judiciário e o PT são contrapostos, só aí o Judiciário veio a reagir. Afinal quem é que quer passar para a irrelevância, perder cargos, desaparecer do mapa? A OAB então, sempre ferrenha defensora dos petralhas passa a se opor ao governo Dilma. Muito conveniente isso.

O PT não mudou nada em todos estes anos. Se o Lula e a Dilma são vagabundos hoje, eles também eram vagabundos 13, 25, 45 anos atrás. E vagabundos também são todos os acadêmicos, cientistas sociais, cantores, atores, artistas que defenderam o Lula como se fosse um enviado dos anjos durante todo este tempo. Não há como imaginar que não sabiam o que estavam fazendo. O Lula não passou a ser grotesco nas últimas poucas semanas. O Lula sempre foi grotesco. As evidências são claras. Como dizem, está na cara.

Desta história ainda não sabemos o desfecho, mas sinto uma pontada de curiosidade macabra. 

Imaginem que em vez de alguns dias de grampos no telefone do Lula nós tivéssemos acesso às conversas telefôncias desde 2003.  

Quantos crimes terão cometido o Lula e seus comparsas durante todo este tempo?


Um comentário:

blogdotata disse...

Conveniência, Paulo, conveniência!
Advogados no Brasil vivem da criminalidade, e a criminalidade graúda dá mais dinheiro. Agora que estão percebendo que o barco está afundando, fazem como os ratos num navio naufragando, são os primeiros a caírem fora e logo seguem nadando em busca de outro navio que lhes ofereça maior proteção. Você tem razão. Só os idiotas não perceberam desde o início que Lula é uma sujeito grotesco.