2009-01-25

E dá-lhe assassinos

Enquanto no Brasil o presidente faz questão de importar assassinos, outros assassinos menores ficam na moitinha.

Em vez de acusar os verdadeiros criminosos, inventou-se a "bala perdida" e a "linha com cerol" como assassinos anônimos. É difícil de entender que a "bala perdida" foi disparada por um assassino e que a "linha com cerol" foi esticada por um assassino? É difícil entender que assassinos tem que ser presos? Qual parte do problema os brasileiros ainda não entenderam?

A verdade é que o Brasil nunca foi muito famoso pelos seus pensadores. Ainda há tempo de fazer algo. Proteste!

2 comentários:

cfuzihara disse...

O que realmente preocupa do Brasil, é que já estamos nos acostumando com esses absurdos e já estamos considerando o que em qualquer lugar no mundo uma aberração, uma coisa natural....

Zappi disse...

Justamente por isso temos que relembrar contínuamente que essas aberrações não tem nada de natural!

Um abraço