2006-10-05

No Brasil não há democracia

Lamento informar, mas no Brasil não existe democracia. Por quê? Porque não há separação dos poderes e não funciona o Estado de Direito. Para quem não sabe, "Estado de Direito" significa que nenhum indivíduo, presidente ou cidadão comum, está acima da lei.

Vou dar um pequeno exemplo: se um décimo do que foi publicado nos jornais brasileiros sobre o PT é verdade, o PT teria que ter sido dissolvido e o Lula teria que ter sido destituído do governo. O fato de o judiciário não ter agido faz com que toda a corrupção ocorrida neste governo tenha um impacto equivalente a histórias da carochinha publicadas em todos os jornais.

Outro exemplo: quem é que nunca ouviu que o Maluf roubou dinheiro público? Quantas vezes isso foi publicado nos jornais da Banânia? Tudo isso não gerou nenhum resultado prático: o Maluf é eleito deputado e goza de imunidade parlamentar. Mais uma demonstração de que nesse país não existe democracia. Tudo o que foi publicado sobre o Maluf perde o efeito: a lei não age.

A democracia brasileira só funcionaria se todos os brasileiros fossem honestos. Aí sim, por uma questão ética ninguém infringiria as leis. É um pouco como o comunismo: só funcionaria se o mundo fosse composto de anjos.

Só para ilustrar melhor, vamos supor que o presidente seja um ser racional. Imaginem que ele considera suas opções racionalmente, considerando os riscos e benefícios de cada uma. Notem que eu não estou incluindo moral ou ética nesta equação. Pois bem: imaginem que ele tem como beneficiar seu filho, um incompetente, mexendo os pauzinhos para ele receber dinheiro por algo que não fez. Sendo racional ele vai pesar os riscos e os benefícios de suas ações. O risco é ser preso, perder o mandato, ter seus direitos políticos cassados por tráfico de influência, ser deportado do país. Os benefícios? Embolsar uma bolada de alguns milhões.

Como ser racional que é, o nosso (hipotético?) presidente vai calcular a probabilidade de ser penalizado. No Brasil de hoje? Aproximadamente 1 em 1000. Para isso ele tem até um plano de fuga: sua mulher tem cidadania italiana. Os benefícios são certeiros. Óbviamente um bom negócio. Não há dúvida sobre qual a opção que ele vai seguir, não é mesmo?

Fico até com pena de alguns poucos bem intencionados. Há uma ONG que procura diminuir a corrupção no Brasil. O que eles propõe? Complexos mecanismos de verificação e checagem de gastos públicos que permitem a qualquer cidadão verificar as contas do governo. Para quê? Se ninguém for penalizado os criminosos podem até publicar os seus roubos na primeira página de todos os jornais. Tudo em vão. É o que está acontecendo hoje.

O Brasil não vai melhorar: os fatos comprovam. Às vezes pegam alguém para cristo. O famoso Lalau, por exemplo, é só um bode expiatório. Se aumentássemos as probabilidades de colocar os ladrões atrás das grades, a corrupção diminuiria rápidamente.

O brasileiro, com sua incapacidade crônica de entender o óbvio, continua a me surpreender todos os dias.

Continua aqui.

4 comentários:

Julio Canaris disse...

Essa foto não é de Lula preso, mas de Lula etílico.
Ao lado dele, a Dona Mariza, em festa junina patrocinada pelo Planalto (?!) na granja do Torto.
Há outras fotos na seqüência dessa, piores do que essa.

Zappi disse...

Bom... parece preso, não é mesmo?

Bira disse...

É o que tento a todo custo passar as pessoas, vivemos como escravos do feudo politico. Sustentamos uma maquina improdutiva, onerosa e corrupta. E fica tudo por isso mesmo.
A malandragem agora é comprar o povo miseravel com cartão de dinheiro, já que o sistema de voto obrigatorio só faz aumentar a miseria para que o feudo seja seu unico controlador.
Sem falar na extensão do mesmo para menores de 18 anos, tambem miseraveis e desempregados.

Anônimo disse...

Olha, foi o cara, aliado do Lulla, quem disse!

http://www.youtube.com/watch?v=hzHRYUi9zh8&NR