2007-05-11

Agora chega!

O mundo está dando sinais de que cansou da demência religiosa. Desde as taras dos islamistas que doutrinam crianças com ódio, até o cinismo do Vaticano, um exemplo de uma das mais absurdas concentrações de riqueza roubada, e cujo representante tem o descaro de dizer, em público, hoje no Brasil:

"Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens, dá o dinheiro aos pobres [...] Depois, vem e segue-me"

Por sorte o discurso deste e de outros religiosos já não apela nem à mais básica das inteligências, à mais simples das lógicas. Entretanto ainda existem seguidores que tiveram suas mentes destruídas por doutrinação durante a infância.

Agora chega!

Se você quiser acreditar em uma divindade qualquer, eu não me importo, desde que você o faça privadamente. Não tente impor seus limites mentais à minha vida, porque reagirei violentamente. Pode brincar de sua religião em sua casa. Nem pense em fazer meus filhos perderem tempo com sua ignorância, seus preconceitos. Agora chega!

Esta mensagem é articulada por Christopher Hitchens em seu mais novo best-seller: "God is not Great: how religion poisons everything" - "Deus não é grande: como a religião envenena todas as coisas". Christopher diz, com razão, que o mundo secular já teve que agüentar suficiente ignorância e sofrimento gerados por causa da arrogância explícita dos religiosos. O livro é fantásticamente bem escrito e acredita-se que será capaz de superar até a vendagem do livro de Dawkins, "The god delusion". Enquanto esperam pela tradução ao português, por que não treinar o inglês com o ácido estilo britânico de Christofer, amigo de Salman Rushdie, o que foi condenado à morte por um tarado religioso islâmico pelo seu livro "Versos Satânicos". Já encomendei a minha cópia. Veja uma entrevista com ele no vídeo abaixo:



Compre o livro na Amazon ou na Livraria Cultura clicando nos links abaixo:
        

3 comentários:

O Lobo disse...

Legal, Zappi!
O que mais gosto em seu blog, depois de seus textos, são as dicas sobre livros interessantes, principalmente esses que questionam os fanatismos religiosos. É impressionante ver algumas pessoas, bastante lúcidas em questões políticas e econômicas, se perderem em besteiras quando o assunto é religião! Agem como os fanáticos que criticam. Óbvio que dou nome aos bois: Reinaldo Azevedo e Olavo de Carvalho. Isso só prova que o pensamento religioso deve, sim, ser combatido. Ele aliena até pessoas inteligentes e cultas.
Abraço!

Anônimo disse...

Ufa! Finalmente vc elogiou o Lula no post anterior... Vai elogiar mais daqui para frente, nao se preocupe!
A proposito: o numero de abortos clandestinos tb estao compreendidos entre o numero de assassinatos no Brasil?

Zappi disse...

Obrigado Lobo!

Anônimo: eu vou elogiar o Lula quando ele merecer. Infelizmente tudo o que ele fez em sua vida pública não é digno de elogio algum. A destruição de um país, de uma economia, da moral pública, a defesa do crime, dos assassinos, da redução das penas, tudo isso faz com que o Lula, mesmo que ainda faça uma ou duas coisas boas em seu governo, seja para sempre lembrado como o canalha que é.

Por sinal, ainda estou esperando uma realização boa, que seja.